©
       
teus olhos negros
viver é super difícil
o mais fundo
está sempre na superfície
Inicio Mensagem Leitura Créditos
20/08/2014, 16457 notas.
Reblog
20/08/2014, 5130 notas.
Reblog
j6:

Sorin Opait || Antonio Bernardo
O carnaval acabou,
A fome não cessou,
Mas todo mundo dançou,
A educação não melhorou,
Mas todo mundo gritou,
A inflação não abaixou,
Mas todo mundo comprou,
Reclama demais,
Julga mas não faz,
A verba o governo usou,
O samba continuou,
E a crise só aumentou.
Inflação de outros carnavais, Colossais (Gabriel Malaquias).
Você não sabe quantos abalos sísmicos e quantas chuvas ácidas carrego no peito. Não sabe que nutro um tumor maligno perto das paredes do miocárdio. Eu sufoquei dolorosamente e gradativamente quando me deixastes; as partidas eram como estripamentos de corpos - braços arrancadas a sangue frio, olhos esmigalhados, carne no estado de decomposição - elas nunca foram meu forte, eu sucumbia a cada uma delas; o oxigênio não percorria as células do meu corpo, tinha constantemente paradas respiratórias, meu lado suicida e masoquista despertava das compotas do esquecimento ou melhor da loucura, estou longe, muito longe de ter coesão e coerência no que digo, você sabe disso, sabe tanto que até conhece quando vou cair de cara no chão. baby, estou a um passo de ter minha jugular cortada, estou caindo no meio fio da Av Paulista, baby, até outra hora.
Vinicius Cinereo 
Transamos ao som de Chico Buarque no meio fio da Av. Paulista. éramos dois corpos presos numa troca expansiva de autopiedade para com o outro, éramos o momento inefável duma relação selvagem e surpreendentemente nada puritana, éramos instantes baby; você, detentor de uma irrefutável e magnifica destreza nos movimentos anti horários para com meu corpo magro e coberto de cicatrizes puxadas para a tonalidade dos caninos de um felino africano, faltou-lhe ar agora? Pois bem, comecemos de novo, meu bem, você não o fizera, você não o fez, de quantas formas posso dizer sobre a sua incapacidade de me fazer feliz quando caio nas garras do mal? estou bebendo o whisky deixado por ti na cabeceira da cama, na verdade ela é uma prova viva da sua capacidade de me deixar para ter momentos de prazer no meio da noite. Eu lhe tinha como quem tem à uma droga; eras o meu crack, minha cocaína sintética, minha dose de maconha nas madrugadas a fio, eu tinha uma maneira de lhe ver, os pensamentos vagos e imprecisos pelo uso descontrolado de seu corpo me fazia tão bem que nem notava o avanço acelerado do meu tumor maligno,baby, estou na enfermaria do hospital, estou no momento tendo um infarte do coração, estou morrendo com o vazio que deixaste a direita do meu coração.
Vinicius Cinereo 
Me canso fácil dos preciosos intelectos que precisam cuspir diamantes toda vez que abrem as suas bocas. Eu me canso de ficar batalhando por cada espaço de ar para o espírito. É por isso que me afasto das pessoas por tanto tempo, e agora que estou encontrando as pessoas, descubro que preciso voltar para a minha caverna.
Charles Bukowski, Notas de um velho safado. 
sou a gota
doce gota
na tua boca
seca boca
boca de mar
Elisa Bartlett
quarta-feira, 20 de Agosto de 2014
Notas (5994) / Reblog
Queria escrever sobre o Universo. De como ele é infinito, e de como o a lua tá linda esta noite. Queria poder falar sobre seus cometas, e dizer que nunca vi mas pretendo porque acho eles bonitos porque eles são sem rumos, e isso é ser eterno. Falar de como eu viajo na sua imensidão quando durmo, e como os anéis de Saturno são lindos. Da minha paixão por Netuno, porque azul é uma cor bonita. E da minha tristeza em relação a Plutão, por sua solidão. De como acho muito bonito as explosões de cores das galáxias. Vou anotar, para não esquecer de perguntar se existe o céu mesmo ou é só como se chama o corpo do Universo. Se existe anjos e um Deus morando nesse tal céu, porque ultimamente eu não ando acreditando muito. Mas acredito que o Universo é muito ocupado, porque ele anda cuidando das vovós de todo mundo que viraram estrelas. Então eu vou escrever uma carta para ele, um pequeno bilhete para não ter trabalho. “Querido Universo, é ruim ser imenso e sozinho? Porque, esses dias, eu ando me sentido assim.”
Convergido
18/08/2014, 639 notas.
Reblog
O meu maior desejo sempre foi o de aumentar a noite para a conseguir encher de sonhos.
Virginia Woolf
Se tens um coração de ferro, bom proveito.
O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia.
José Saramago
Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente
Ferreira Gullar
vazio
agudo
ando meio
cheio de tudo.
Paulo Leminski
É mais fácil amar o retrato. Eu já disse que o que se ama é a ‘cena’. ‘Cena’ é um quadro belo e comovente que existe na alma antes de qualquer experiência amorosa. A busca amorosa é a busca da pessoa que, se achada, irá completar a cena. Antes de te conhecer eu já te amava…. E então, inesperadamente, nos encontramos com rosto que já conhecíamos antes de o conhecer. E somos então possuídos pela certeza absoluta de haver encontrado o que procurávamos. A cena está completa. Estamos apaixonados
Rubem Alves